(Re)encontros


No ano de 2003 eu morei em Guarulhos por 1 ano, ocasião em que estudei num colégio chamado Ary Gomes.
Lá eu fiz muitos amigos, inclusive com um garoto chamado Eduardo, apelido “Potiara” (ele tinha esse apelido porque ficou com uma garota de descendência indígena que se chamava Potiara, sacomé criança né? Logo virou apelido dele, pra zuar)
A gente era (ou achava que era) os pops da escola, sempre no meio de todas as confusões, zuando tudo e todos, e apesar de tudo, com notas boas.
Tivemos um momento “meu primeiro amor” (juro, foi igualzinho) demos UM beijo na escada da escola, escondido de todo mundo.

Enfim, dez anos se passaram, cada um seguiu sua vida, ele namorou uma menina por sete anos, eu namorei umas trâs pessoas (uns três anos cada uma) e no fim acabei engravidando do Vic, e ele ficando solteiro de novo.
A primeira vez que ele me (re)viu eu trabalhava no Poupatempo ainda, era noiva do Luiz, e mal nos falamos, mas aí ele chegou em casa e a primeira coisa que fez (palavras dele), foi me procurar no Orkut (êêê como somos velhotes hehehe), encontrou meu perfil, mas estava grudado com o do Luiz, então ficou só nos “oi, como vai, quanto tempo!!”

Mais dois anos e ele tropeçou em mim de novo, dessa vez no Facebook (tive uma visão do Victor lendo essa postagem no futuro, será que o Facebook também será ultrapassado? Veremos)
O tempo foi passando e ele não via nenhum indício de que eu era casada, então o Vic nasceu, mais dez meses se passaram, até que em uma bela noite (ah, mentira, era uma noite comum) eu estava madrugando na internet atrás de alguma série boa pra assistir, quando de repente a janelinha de conversa sobe e vou resumir essa parte porque é meio pessoal, mas em suma, conversamos até as três da manhã, eu contei todos os meus infortúnios com o pai biológico do Vic, e ele contou sobre a ex dele que também não era lá essas coisas, e de repente nos deu um estalo, não tem como explicar, aquele momento em que os assuntos triviais acabam e fica aquele “e aí?” no ar.
Viu que eu estava grávida, pelas fotos, então imaginou que eu fosse casada, e mais uma vez, só adicionou, mas o papo era bem amistoso, nada além do “velhos amigos de infância” aliás, se chegamos a nos falar uma vez foi muito.
Como nessa semana, ele estava trabalhando em Cubatão, ficamos de nos ver no final de semana, meio que já estava implícito que iríamos tentar ter alguma coisa mais séria, porque logo de cara no facebook, ele já foi dizendo a real, que o sonho dele era ter uma família, e com a ex que não queria nada com nada, ele perdeu sete anos da vida dele, ou seja, não estava mais pra brincadeira.
Nossa, agora contando pra vocês, parece loucura né? Mas o fato é que ele chegou no sábado a noite, e eu lembro como se fosse hoje, que fui buscar ele no ponto, e a euforia de vê-lo depois de dez anos fez com que praticamente corrêssemos ao encontro um do outro e demos um beijo cinematográfico (tava chovendo, ainda, foi cena clássica de filme rsrsrsrs)

Começo do relacionamento

Começo do relacionamento

Conheceu meus pais, no mesmo fim de semana começamos a namorar, conheci a mãe dele, e desde então eu tenho sido muito, mas eu disse MUITO feliz mesmo, com ele. Nos vemos todos os finais de semana, e fazemos planos (o melhor é que não são só planos, estou vendo as coisas acontecerem) para um futuro (não muito distante) casamento.
O Victor e ele se dão super bem, graças a Deus ele ama meu filho (convive muito bem com ele, tem paciência, trata como se fosse dele, me ajuda a cuidar quando estou na correria aqui em casa, etc.)

Lu, Vic e Edu. Festinha de aniv do Vic

Lu, Vic e Edu. Festinha de aniv do Vic

Isso tudo aconteceu em Outubro do ano passado. E esse ano, dia 18 de Janeiro, nos casamos, e eu espero nosso segundo filho, que é uma menina, digo NOSSO SEGUNDO FILHO, pois ele trata o Victor como se fosse filho biológico dele meeesmo.
Ou seja, eu estava totalmente desesperançosa, num momento muito delicado da minha vida quando o encontrei, e hoje posso dizer que ele é minha alma gêmea, uma pessoa que me faz muito feliz, e completa!!!

O Casamento

O Casamento

O CASAMENTO ela escreveu no blog dela, Mãe Dose dupla (só clicar em cima do nome do blog (:) e tem também a fan page chamado As Aventuras de Vic

Lua de Mel, 7 meses de gestação

Lua de Mel, 7 meses de gestação

Então é isso meus amores, confiram a página dela, principalmente as mamães, kk e quem gostou da história da Lu e do Edu

P.S: Quer sua história de amor também publicada? Mande pela inbox do face ou por e-mail: ytala.thaysa@hotmail.com – (Pode mandar direto a história, não esquecendo de anexar fotos, e falar o nome do casal)

weddingchicks-download-1390607515

Obrigada por partilhar sua idéia

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s