“Eu não queria falar de amor pra você, na verdade eu nunca quis e continuo não querendo, mas quem disse que só fazemos aquilo que desejamos? Na vida, chegamos a um certo ponto em que não adianta mais guardar sentimentos, me vi em uma situação que se não soltasse tudo, não falasse tudo, eu morreria sufocada por coisas desnecessárias. Sei que não adianta de nada te falar sobre amor, paixão, citar pra você poemas de Drummond, cantarolar na tua janela uma canção de Caetano, eu sei, de nada irá adiantar. Mas como estava começando a perder o ar, resolvi escrever tudo isso, e sei que de nada vai adiantar. Nunca adianta, quando já sabemos o final da história não vale a pena tentar mudar o enredo, no final sempre dá merda.”

Obrigada por partilhar sua idéia

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s